BLOG

O nosso conteúdo exclusivo

Reabertura com medidas de segurança para todos

Mai 3, 2020

A pandemia que vivemos e que a todos afeta está a atravessar uma fase de menor propagação, o que permitiu ao governo aliviar algumas das medidas que tinham sido impostas há mês e meio. Porém, ela não está erradicada (longe disso), razão porque se mantêm várias restrições que devem ser respeitadas, sendo a única forma de garantir que a situação não se reverterá. Algumas das medidas são:
a) Confinamento obrigatório para pessoas doentes;
b) Proibição de realizar eventos, incluindo assembleias de condóminos e outras reuniões, com mais de 10 pessoas, sendo que devem estar distribuídas 5 pessoas por 100m2, o que significa que, para realizar uma reunião com 10 pessoas é necessário que o condomínio tenha, no mínimo, uma área ampla de 200m2 e arejada;
c) Sempre que possível, é recomendado o teletrabalho;
d) As lojas com porta aberta para a rua podem abrir desde que tenham uma área até 200m2, a partir das 10H00, sendo obrigatório o uso de máscara;
e) A prática de desporto individual ao ar livre é permitida, desde que não sejam utilizados balneários.
Assim, comunicamos o seguinte:
1. Os nossos escritórios reabrem dia 4 de maio, com o seguinte horário: 10H00 às 13:00 e das 14:30 às 18:00.
2. Será atendida apenas uma pessoa de cada vez, num espaço interior limitado, à entrada do escritório, devendo as restantes pessoas aguardar a sua vez no exterior.
3. Apelamos a todos os condóminos para que continuem a privilegiar o contacto telefónico e ou por correio eletrónico.
4. Os pagamentos devem ser feitos por transferência bancária para a conta do condomínio, com a entrega de comprovativo dessa transação, para que possamos emitir corretamente o recibo.
5. Se optar, por grande necessidade, de se deslocar ao escritório, deve usar máscara ou viseira. À entrada do escritório teremos álcool-gel para desinfetar as mãos.
6. Está impossibilitada a realização de assembleias de condóminos, não apenas pelo espaço que é necessário e pelo limite máximo de pessoas que podem estar presentes, mas também porque as pessoas que pertencem aos diferentes grupos de risco não poderão participar nas reuniões (não se pode impedir que um condómino, seja qual for a razão, participe numa assembleia; no caso das que tenham de ser realizadas por motivo muito urgente e necessário, esses condóminos devem fazer-se representar e, caso manifestem o desejo de estarem presentes, a assembleia não poderá ser realizada).
7. Porque está impossibilitada a realização de assembleias, no caso dos condomínios onde teria de ser aprovado o orçamento para o novo ano, mantém-se em vigor o orçamento do ano anterior; ou seja, mantêm-se as quotas que foram aprovadas até à realização de nova assembleia.
8. No caso de ter sido aprovado algum orçamento extraordinário para a realização de obras, essa deliberação mantém-se, pelo que deve ser cumprido o prazo de pagamento, para que não inviabilize a obra.
9. Apelamos a todos os condóminos para que não deixem de pagar as suas quotas, porque o condomínio continua a ter as mesmas despesas que tinha até aqui. Além disso, o não pagamento duma prestação dificultará o pagamento na prestação seguinte, porque o valor será maior e assim sucessivamente.
Desejamos que todos os condóminos fiquem bem, repetindo-se o apelo para que cumpram as regras da Direção Geral de Saúde.

Todos dependemos de todos!

PARTILHAR CONTEÚDO

  
Translate »